BLOG LUÍS MACHADO – Coluna do domingo, 09.01.2022

TRAGÉDIA DE CAPITÓLIO E XVIII CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL – Sexta edição

A Força da Eucaristia | Diocese de Petrópolis
  • Conforme anunciado, reservou o Blog uma edição, sempre aos domingos, ao XVIII Congresso Eucarístico Nacional – a ser realizado no Recife, em outubro deste ano -, a exemplo do que fez, no domingo passado. Nesta 6a edição, traz uma reportagem acerca do famoso Milagre de Sena – Cáscia –  Itália – 1330.

O mundo em que vivemos é de fato, cheio de situações e circunstâncias pouco compreensíveis. Podemos dizer que, os milagres eucarísticos são exemplos bem típicos disso. Sim, porque são inúmeros e copiosos mas, apesar disso, a humanidade segue seu caminho de ceticismo, praticamente alheia a tudo isso.

São casos sobrenaturais e que a ciência jamais conseguiu explicar um só deles. A ciência já disse que, aos que creem, a vida se torna menos dolorosa, mais fácil de ser encarada. Mas seguimos como se isso não fosse uma realidade.

Atualmente o estupendo milagre acima citado é celebrado em Cássia, terra de Santa Rita de Cássia. Em 1330, um sacerdote foi levar o viático a um enfermo e colocou indevidamente, de maneira apressada e irreverente, uma Hóstia dentro do seu Breviário para levá-la ao doente grave. No momento da Comunhão, abriu o livro e viu que a Hóstia se liquefez e, quase reduzida a sangue, molhou as páDe ginas do Livro.

Então o sacerdote negligente apressou-se a entregar o livro e a Hóstia a um frade agostiniano de Sena, o qual levou para Perúgia (Itália) a pagina manchada de sangue e para Cáscia, a outra página onde a Hóstia ficou presa. A primeira página perdeu-se em 1866 mas a relíquia chamada de “Corpus Domini” é atualmente venerada na basílica de Santa Rita.

É fato que, nessa nova onda das fake news parece ser mais fácil acreditar numa notícia falsa do que acreditar num milagre extraordinário, ainda que a palavra final tenha sido dada pela fina flor do mundo científico, como são os numerosos casos em que a hóstia consagrada transformou-se em carne e sangue. Sangue vivo e de pessoa humana que, apesar do passar dos séculos, não sofreram qualquer alteração em sua composição físico-química.

Rapidíssimas

  • . Sérgio Moro – De grão e grão… Deu no Blog do Magno que, segundo a Revista Veja “Cabeça do grupo Uninter e maior doador privado de Bolsonaro em 2018 — 800.000 reais —, o empresário paranaense Wilson Picler pulou do barco. Está ajudando na coordenação de campanha de Moro no Paraná”. Aos que ainda subestimam Sérgio Moro, o que se percebe é que o ex-juiz da Lava Jato deverá surpreender e não é por menos que o mesmo é duramente atacado por seguidores de Lula e de Bolsonaro.

  • . Carnaval – Matéria do Blog, publicada neste sábado, repercutiu muito, por conta da crítica feita aos que querem “Carnaval privado”. Pois é. Se a Lei é para todos, tem que ser por todos respeitada e não se venha dizer que só carnaval de rua contamina, por falta de controle e observância das massas populares. Seja pobre ou seja rico, fez aglomeração, vai contribuir para o avanço da pandemia, agora na versão Ômicron que por sinal, já chegou em Pernambuco.

Guia turístico narra tragédia em Capitólio: "Tira a lancha, vai cair!"
  • Tragédia em Minas Gerais – As imagens da tromba dágua que se abateu no deslizamento de pedras – segundo informações das autoridades – são estarrecedoras. Se nestes últimos dois anos foi difícil fazer turismo, aconteceu isso, logo agora que é possível fazer algum turismo!. Ou seja: Os riscos são iminentes, de qualquer jeito. Que Deus ajude e conforte as famílias enlutadas, neste momento de dor.

  • . Congelamento do IPVA – Há um como quê, verdadeiro clamor, da população, junto ao governo do Estado, a fim de que siga o exemplo, de Minas Gerais que, diante da situação de insolvência da população, por conta da crise, decidiu cobrar o citado imposto, no mesmo valor de 2021. Quem está nessa batalha, na Assembleia Legislativa do Estado, é o deputado coronel Alberto Feitosa. Será que Paulo Câmara será sensível a isso? Duvido. Afinal, imposto é sua marca registrada e todos sabem disso.

  • . Federação de partidos – Saberia o eleitor dizer, no momento, em que consiste a chamada Federação de Partidos? Impraticável explicar, aqui, o que vem a ser essa aberração jurídico-eleitoral. Só é possível dizer que, para burlar o fim das coligações partidárias, os próprios políticos, em sua maioria geraram e pariram esse monstro chamado Federação de Partidos que, em última instância é um retrocesso. Como é que se pode ter um País sério, se quem deveria dá exemplo faz exatamente o contrário?

___________________________________________

Comento, argumento. Só não invento!

Deixe uma resposta

Posts Recentes