Blog Luis Machado

Notícias

BLOG LUÍS MACHADO. O inferno astral de Lula

BLOG LUÍS MACHADO. O inferno astral de Lula

BLOG LUÍS MACHADO. O inferno astral de Lula

BLOG LUÍS MACHADO. O inferno astral de Lula

  • Bem diferente do cenário político existente no período quando governou o País (2003 a 2011), desta vez, para governar, Lula já percebeu que, igual mesmo foi só a vitória nas urnas. E olhe que até neste aspecto, foi diferente, dado à atmosfera bastante conturbada, especialmente no tocante à lisura do pleito, a começar pela desqualificação do processo, perpetrada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Com apenas seis meses de mandato, o presidente, segundo assessores mais próximos, tem se mostrado estressado, em alguns momentos, dentro e fora dos seus domínios, ao ver que o modus operandi é outro. Queira ou não, já começou e terminará seu governo exatamente igual a Bolsonaro. Aliás, terminará pior, vez que, suas promessas de campanha já foram por água abaixo.

Lula é espezinhado por setores de sua base, por fazer “vista grossa” ao viés ideológico que o caracterizou desde sempre. Lula é solapado pela Oposição que, cobra coerência da prática com o discurso anêmico e fatigado.

Como era esperado, Lula rendeu-se ao Centrão, a ponto de, para ver aprovada a reforma tributária, na Câmara, teve que render-se ao referido Bloco político liderado por Arthur Lira, conhecido por sua voracidade por mais ministérios e cargos, no segundo escalão.

O imbróglio está feito, porque há cargos estratégicos que, em tese, não podem fugir ao controle do PT, mas que, se não tornarem-se moeda de troca, colocarão o Governo em rota de colisão com a Câmara dos Deputados e, neste caso, a tempestuosa governabilidade seria apenas questão de tempo.

  • Lula, neste Governo, acorda com a primeira dama ao seu lado, dizendo não abrir mão da manutenção de ministros de sua predileção (especialmente as mulheres, bandeira de conotação fortíssima) e sabe ela que, queiram ou não queiram, exerce ela mais influência sobre o chefe da Nação, do que toda a Esplanada dos Ministérios.

De fato, para um bom entendedor, uma palavra basta. E basta prestar atenção no que disse há poucas horas o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, por conta da iminência de perder espaços, para o Centrão.

Lula não terá escolha: Ou governa, deixando de ser ele mesmo ou deixa de governar, agradando a esquerda que, de esquerda só tem o nome. Sim, porque lá só há interesseiros, como em qualquer lugar e estamos conversados. A troca no comando dos ministérios do Esporte, a ser feita nos próximos dias, bem como de Portos e Aeroportos, é exemplo disso.

Do jeito que vai e, para não fugir à regra – até os mais otimistas de hoje – no final deste Governo, terão saudade do passado!

Compartilhe e faça opinião!

*Comento, argumento. Só não invento!

__________________________________

Contatos do editor do Blog:

WhatsApp: (81) 98732.5244.

Facebook: Luís Machado.

Instagram: @Luís Machado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes