Blog Luis Machado

Notícias

Brasil: Nossa diplomacia está inoperante

Brasil: Nossa diplomacia está inoperante

Brasil: Nossa diplomacia está inoperante

Brasil: Nossa diplomacia está inoperante

É visível que, na proporção em que o mundo tem ficado mais difícil, a postura de alguns políticos no Brasil e no mundo tem se revestido de verdadeira usina de sofrimento e basta ver os últimos acontecimentos, aqui e lá fora, para se chegar a essa conclusão.

Em nós, a memória ainda está “fresca”e bastam dois cliques em algum site de pesquisa, para ver que, a tempestade de informação, acerca das crises institucionais, nos últimos anos é mais que manifesta e copiosa, além de incontestável. Os atores causadores das mesmas são velhos conhecidos da população brasileira. Por causa deles, o sofrimento de todos nós, brasileiros, não tem sido pequeno.

Para exemplificar o que dizemos, basta ver o grau de desconfiança das Potências ocidentais, em relação ao Governo brasileiro, especialmente nos Governos Bolsonaro e Lula. O inconformismo dos chamados ‘donos do mundo’, por conta do crescente alinhamento de Lula com China e Rússia, ficou acentuado, especialmente após a invasão da Ucrânia, por Vladimir Putin.

Mas, o auge nas desastrosas incursões da diplomacia brasileira ocorreu agora, na guerra Israel x Hamas, em que, enquanto o Ocidente condenava a invasão do Estado judeu por terroristas palestinos, o Governo brasileiro titubeou em fazer coro contra as atrocidades praticadas contra civis, naquela fatídica festa israelense. Resultado: as autoridades israelenses – irritadas com a postura do Brasil – não estão movendo uma palha, em favor dos brasileiros impedidos de sair da Faixa de Gaza. Já foram liberadas centenas de estrangeiros e nenhum brasileiro saiu de lá.

Agora, fica o chanceler Mauro Vieira, das Relações Exteriores pedindo arrego ao Governo dos Estados Unidos, para que interceda junto a Benjamin Netanyahu, sem resultado algum, pelo menos até o presente. Ora, se Israel e EUA já ressabiados estavam contra Lula, não se pode esperar que contemos com a complacência deles, em favor das dezenas de brasileiros necessitados de repatriação.

Se cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém, o mínimo que Lula deveria ter feito, era ficar calado. Mas, não. Ficou instigando indiretamente o Governo israelense (porém não condenou com firmeza a invasão), por não abrir um corredor humanitário para ONU e Cruz Vermelha, por onde quem quisesse sair daquele “inferno”, de volta a seus países, pudesse fazê-lo.

Na outra banda e, em prejuízo de seus compatriotas, negligenciou o serviço de inteligência judeu, possibilitando a aludida invasão inimiga. Ao invés de assumir a culpa, fica Netanyahu culpando apenas o Hamas, pela tragédia humanitária, ora existente, como se também ele não tivesse culpa no cartório. Tanto é que, milhares de judeus já pedem a renúncia do primeiro ministro, por sua negligência em relação ao perigo, bem como por não trazer de volta para casa, os israelitas presos, na zona do Conflito.

Como se constata e pelas razões expostas, ao menos até aqui, temos uma diplomacia que, submissa ao viés ideológico do atual Governo, prejudica o grupo de brasileiros que lá ainda estão, o que, diga-se de passagem, é lamentável!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes