Blog Luis Machado

Notícias

CAMPANHAS INSOSSAS, É FRUTO DA DESCRENÇA, NOS POLÍTICOS

Como campanhas devem se adaptar à pandemia nas Eleições 2020 - Notícias -  R7 Eleições 2020

É visível, o clima morno, para não dizer, insosso, indiferente, por parte da população, em relação ao pleito do próximo dia 15 de novembro e isso tem uma explicação.

É que a população que há muito não acredita na imensa maioria dos políticos, agora não acredita mais nas instituições e, na esteira disso, não sente-se motivada a participar do processo político-partidário e isso é muito ruim. É péssimo!

A sucessão de escândalos, cumulada com o altíssimo grau de corrupção generalizada nas três esferas de poder, frustram os mais otimistas e põem uma espécie de pá de cal, nas esperanças do brasileiro que, apesar de amar o Brasil, já não acredita que se possa colocar o País nos trilhos, em relação ao bem-estar da população, com justiça social.

O grau de insensatez e sem-vergonhice chegou a níveis deploráveis e a inversão de valores é assombrosa. Num País em que o errado é certo e o certo é errado, só poderia dá nisso. Com isso o espírito de anarquia disfarçado de democracia é mais que manifesto, para desencanto e sofrimento do povo.

Não e de hoje que, a cretinice é trabalhada para que nada no campo da política dê certo e isso não é novidade para ninguém. Mas o pior é que, todos sabemos disso mas há uma força centrípeta que parecer sugar a todos para o centro de uma realidade que preconiza “Deus por todos e cada um por si”, como se isso resolvesse. Sabemos o quê e como fazer, mas não fazemos. Queremos mas não fazemos. Aí… O resultado todos conhecem. Que Deus olhe para nós! Senão…

Rapidíssimas

  • Bergóglio é a favor de homossexuais – “As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso”, diz ele no documentário “Francesco”.

  • João Campos irá ao segundo turno com quem? – Pesquisa do instituto RealTime Big Data/CNN Brasil aponta que o candidato João Campos (PSB) lidera as intenções de voto para a Prefeitura do Recife, com 28%. Ele é do mesmo partido do atual prefeito da cidade, Geraldo Júlio. Em seguida estão os candidatos Marília Arraes (PT), com 14%; Mendonça Filho (DEM), com 13%; Delegada Patrícia (Podemos), com 11%; Coronel Feitosa (PSC), com 2%; Marco Aurelio Meu Amigo (PRTB), com 1%; Charbel (Novo), com 1%; Carlos (PSL), com 1% e Thiago Santos (UP), com 1%. Os candidatos Cláudia Ribeiro (PSTU) e Victor Assis (PCO) não pontuaram. A pesquisa identificou ainda 11% de nulos e brancos e 17% que não souberam responder.

  • Fernando Collor de Mello, sempre eledo Portal G1. A TV Globo teve acesso à decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou nesta quarta-feira (21) a operação Quinto Alto da Polícia Federal, que cumpriu um mandado de busca e apreensão em um endereço ligado ao senador Fernando Collor (PROS-AL), em São Paulo. A operação investiga um esquema de pagamento de propina para a liberação de licenças ambientais no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no Paraná. As irregularidades teriam ocorrido em 2014 e 2015. Fachin determinou o bloqueio e sequestro de R$ 1,1 milhão das contas de Collor e dos demais envolvidos nas irregularidades apuradas.

  • Arnaldo Delmondes repercute – Estão dizendo que o comunista Arnaldo Delmondes (PCdoB) é um caso singular, nas eleições deste ano, em Jaboatão dos Guararapes. É que, enquanto ele diz que será eleito no primeiro turno, comentam as más línguas que, no Escritório dele, os colegas não querem sequer ouvir falar em política. Pode um negócio desse?

Comento, argumento. Só não invento!

WhatsApp do editor do Blog Luís Machado: (81) 98732.5244.

Banco de Alimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá