Blog Luis Machado

Notícias

Coluna da Quinta-feira com as Rapidíssimas

Coluna da Quinta-feira com as Rapidíssimas

Coluna da Quinta-feira com as Rapidíssimas

Coluna da Quinta-feira com as Rapidíssimas

Violência e insegurança pública: é como um pesadelo de ficção científica

É como se tivéssemos acabado de acordar de um pesadelo, cujo conteúdo surreal tivesse saído das usinas da indústria cinematográfica de Hollywood.

É como se o imponderável fosse algo corriqueiro do dia a dia, insculpido na sensação de um verdadeiro quebra cabeça, no qual ninguém se entende e todos se arvoram na condição de donos da razão. O resultado disso é a sensação de violência e insegurança, em todos os recantos do Estado e do País que, chegam até nós, na tempestade de notícias, vinda de toda parte, de todos os modos e por todas as mídias.

Exemplos disso não faltam e basta lembrar de alguns mais recentes. Quem imaginaria que apenas dois meliantes egressos de uma facção criminosa, saíssem de um presídio de “segurança máxima”, ensejando verdadeiro aparato de guerra, com mais de 600 homens (da Guarda Nacional), fora outros tantos da Polícia Civil, PF e PRF que, por quase dois meses consumiram milhões dos cofres públicos, a ponto de suscitar memes e chacotas, através da internet?

Ante o insucesso da caçada, voltam pra casa, com cara de tacho e nos deixam a todos sem resposta; resposta esta que só veio bem depois, com a prisão dos mesmos, a milhares de quilômetros do presídio de insegurança máxima, de onde fugiram. Estes, num sofisticado esquema de proteção e cobertura do crime organizado, estavam a um passo de escafederem-se para fora do País.

No papel de ator, em outras cenas do pesadelo, vemos aqui, na Província, a “justificativa” do Governo que, para rechear o cardápio da confusão entre o Palácio e a caserna, mede forças com a Tropa, cujo pano de fundo são umas tais de faixas salariais. Sob alegação revestida de “lamúria”, de que, com o aumento para a PMPE, o Estado irá desembolsar em torno de R$ 1,8 bilhão, como se o trabalho de policiais, em algumas circunstâncias fosse fácil. É como se a vida humana (que é o bem maior) fosse algum índice indexador de custo-benefício, no orçamento de quem deve cuidar das pessoas.

Mas, antes do “The and”, (antes que acabasse o filme), vimos no telão do pesadelo, figurões da República que, no panteão de suas vaidades, vomitam e vociferam entre si, publicamente, sentimentos e práticas antirrepublicanos, como se fossem donos do poder. Prova disso, são os benefícios escandalosos de setores das elites desse País, se comparados à situação dos cinturões de pobreza e miséria, situados na periferia e até dentro de nossas grandes cidades.

Com isso – apenas para exemplificar -, males como a pandemia da Covid-19 (que ainda não acabou), deu lugar a outra, ora em curso que, chamada de Dengue, cresce a olhos vistos. Aqui, mais uma vez a terceirização da responsabilidade já recai sobre os ombros de subalternos, como se o problema não fosse de todos.

Clarividente que, a presente reflexão circunscreve-se e encerra apenas alguns cenários, da apresentação dessa espécie de “ponta do ice berg“. Em nossas mentes cristaliza-se num como que, filme constitutivo de tremendo pesadelo, de uma noite que nos pareceu sem fim, de tanto ruim que foi e continua sendo.

A pergunta é a de sempre: até quando, essa violência e insegurança pública, que se nos apresenta como um pesadelo sofrido, numa noite mal dormida, tudo como uma espécie de filme de ficção científica? Até quando?

Rapidíssimas

  • . Presos servidores do TJPE – Deu no G1-PE: Polícia prende servidores do TJPE por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro. Polícia cumpriu seis mandados de prisão, sendo cinco em Pernambuco e um na Paraíba. A Polícia prendeu nesta quinta-feira (25) seis suspeitos de corrupção, comunicação falsa de crime, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Três alvos são servidores do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Um dos crimes investigados é peculato, cometido por servidores públicos que obtêm vantagem indevida utilizando o cargo que ocupam. De acordo com o TJPE, dois dos servidores já foram demitidos por decisão administrativa do Judiciário.

  • . Menos mal – Deu em toda a imprensa, que o presidente do TJPE volta atrás sobre construção de ‘calçada da fama’ do Judiciário após repercussão negativa do projeto. Comunicado foi divulgado na manhã desta quarta (24), menos de 24 horas após o tribunal afirmar que não se pronunciaria sobre assunto e o desembargador Ricardo Paes Barreto se recusar a dar entrevista. Após a repercussão negativa do anúncio da construção de uma “calçada da fama” para homenagear os presidentes do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o desembargador Ricardo Paes Barreto voltou atrás e disse que “há muito a ideia foi afastada”.

  • . Vem aí, uma excelente notícia, aos leitores do Blog – Iremos divulgar nas próximas horas, uma grande notícia, aos nossos leitores. Aguardem!

  • . Quem diria, Lula Cabral! – Pois não é que o deputado estadual Lula Cabral (Solidariedade) está representando a Assembleia Legislativa de Pernambuco em uma agenda intensa em Iztapalapa, no México! A cidade é referência em projetos de integrações sociais, com foco no combate à violência e na promoção da cidadania. Pois é. O mundo gira, não é, nobre paralamentar!

  • . Esta vem do Blog do Magno – Além de reprovado pela esmagadora maioria do povo pernambucano, conforme levantamento dos mais variados institutos de pesquisas, o Governo Raquel Lyra (PSDB) revela uma face de comadres. Segundo o Portal da Transparência, somente em 2023 a governadora destinou R$ 29,2 milhões à Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Garanhuns, e este ano já designou ao mesmo hospital R$ 13,9 milhões, totalizando R$ 43 milhões em repasses do tesouro estadual. Quer dizer que é mesmo, uma gestão de comadres?

  • . Imposto do pecado! – Governo propõe que ‘imposto do pecado’ seja cobrado sobre cigarros, bebidas alcoólicas, açucaradas, carros e petróleo. Curioso, mesmo, é o nome do imposto! Eu, hein!

  • . Polícia Federal facilitando a vida de alguns – PF retoma serviço online de agendamentos para emissão de passaportes. Site estava bloqueado desde o dia 17 de abril, após uma tentativa de invasão ter sido identificada. Instituição afirmou que sistema foi atualizado. retomou o serviço online de agendamentos para emissão de passaporte nesta quarta-feira (24). O sistema foi reestabelecido após uma atualização. O serviço estava temporariamente suspenso desde o dia 17 de abril. À época, a PF anunciou que tinha identificado uma tentativa de invasão ao site. O caso está sendo investigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes