Blog Luis Machado

Dilma e Lula escarnecem dos contrários

Dilma e Lula escarnecem dos contrários

Dilma e Lula escarnecem dos contrários

Dilma e Lula escarnecem dos contrários

Ainda viralizam dois vídeos, através dos quais (no primeiro) a ex-presidente Dilma Rousselff tripudia sobre uma passageira que, dentro de uma aeronave, a questiona, acerca da primeira classe, na qual viajava a petista e (o segundo) o presidente Lula, que discursou de forma inflamada, sobre a aprovação, pelo Senado, em sabatina, do ministro Flávio Dino, para o Supremo Tribunal Federal.

Enquanto Dilma justifica sua condição de “presidente de Banco” para gozar do aludido privilégio, o padrinho político dela enaltece o fato de que, “pela primeira vez na história deste País”, um comunista chega ao Supremo Tribunal Federal”, em clara provocação aos brasileiros avessos ao comunismo.

Não deu para entender as razões de tanto ufanismo, em torno dos “atributos” do futuro ministro do STF. Não dá para entender, pelo fato de que, ser comunista não faz de Dino nem melhor nem pior do que os demais, que não se declaram assim, abertamente e compõem aquela Corte de Justiça. Aliás, pensando bem, isso até faz dele pior, já que o comunismo só trouxe males às nações onde fora implantado, mas apesar disso, aqueles que se dizem adeptos, se julgam melhores.

Paradoxalmente ao que diz e faz Lula (em agravo aos cristãos) Lula e seu Governo ainda se acham com legitimidade para tentar buscar apoio dos evangélicos, fatia do eleitorado que, mostra-se arredia ao que preconiza o presidente. Lula sabe que é princípio de católicos e evangélicos não aceitarem o comunismo, vez que seus postulados afrontam a doutrina cristã e todos os documentos da Igreja corroboram e servem de norte, quanto a isso.

Na outra banda, Dilma Rousselff sabe que, mesmo tendo a prerrogativa de viajar na primeira classe – por ser presidente do Banco dos BRICs – não fica bem medir forças publicamente com populares, para “justificar” a condição por ela avocada. Em alguns países de primeiro mundo, até chefes do Executivo andam de avião na classe econômica, andam de trem, sem qualquer embaraço e por isso são enaltecidos.

Lamentavelmente, o poder parece cegar a maioria daqueles que o detém, como se não fosse efêmero, passageiro, transitório. Lamentavelmente as ações dessa gente só mostra que não deveriam ocupar cargos para os quais foram eleitos. Diante disso, só nos resta um último consolo: Todos morremos e tudo passa. Para quem ainda não se deixou robotizar, há uma vida após a morte e desta não há quem escape. Não é, senhores Dilma/ Lula?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes