Blog Luis Machado

Notícias

Disputa em Jaboatão dos Guararapes deverá favorecer eleitorado

Disputa em Jaboatão dos Guararapes deverá favorecer eleitorado

Disputa em Jaboatão dos Guararapes deverá favorecer eleitorado

Disputa em Jaboatão dos Guararapes deverá favorecer eleitorado

Poucas vezes Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife desfrutou da possibilidade de (qualquer que seja o candidato a ser eleito) ser administrado por gestor qualificado, tal como ocorrerá em outubro próximo. Conforme vai constatar o leitor deste Blog, a reflexão feita a segui, estará despojada das paixões que via de regra permeiam o coração dos que irão às urnas, para escolher o candidato que lhe aprouver.

Ao que tudo indica, estarão na disputa, o ex-prefeito Elias Gomes (PT); o ex-vereador Daniel Alves (Avante), a deputada federal Clarissa Tércio, (PP) e o atual prefeito, Mano Medeiros (PL) que postulará a reeleição.

E por quê nossa afirmação? É porque, se por um lado apresentar-se-á, nas urnas, um candidato já conhecido dos jaboatonenses (Elias Gomes) o qual já mostrou suas qualidades, erros e acertos, por outro lado (sem desconsiderar os desafiantes Daniel Alves e Clarissa Tércio), ter-se-á a oportunidade de conhecer o atual gestor que, diga-se de passagem, tem surpreendido. Pelo pouco que se conhece dele, já dá para apostar numa gestão exitosa (em sendo reeleito) e, com isso, independente de quem seja o vitorioso, quem ganhará é a população.

Elias tem um currículo invejável – foi vereador, deputado, secretário de Estado, administrador de Fernando de Noronha e prefeito de municípios de peso, como Cabo de Santo Agostinho e Jaboatão dos Guararapes, respectivamente – Elias é, de longe, o mais experiente, além de muito articulado; quer à direita quer à esquerda. Elias é, no jargão político, uma verdadeira raposa, por seu aguçado tino de estrategista político e de empatia com a imprensa, bem como com os movimentos populares.

Contrapondo-se ao currículo do citado ex-prefeito, eis que surge um “novato” que, sendo (teoricamente) mais técnico que político (Mano) está conseguindo a proeza de associar sua visão de técnico à sensibilidade de político. Mas não de qualquer político. Mano que, era vice do ex-prefeito Anderson Ferreira, assumiu a batuta da gestão, em abril de 2022, estando, portanto, no comando há pouco mais de dois anos.

O atual gestor demoliu parte considerável da rejeição ao grupo dos Ferreira, especialmente em Jaboatão Centro e Cavaleiro. Para se ter ideia, os Ferreira sempre perderam em Jaboatão Centro, mas, com seu jeito pacato de ser “um de nós”, Mano atraiu a si, lideranças que sempre estiveram no campo da oposição, nesses Distritos., bem como o interesse dos moradores críticos das gestões anteriores.

Mas, o que faz de Mano forte e ser a grande surpresa? É que mano percebeu, desde que assumiu que, para “cair no agrado”, não precisaria realizar grandes obras, em tão pouco tempo das próximas eleições. Bastaria está no meio do povo, à lá Newton Carneiro – Newton falava com todos e não tinha segurança ostensiva, a não ser a antipática Capitã Verônica, então “cão e guarda” da Família do ex-prefeito. Mas, não é só isso.

Mano que, por não ter vice (ele era vice e efetivou-se no cargo de prefeito) tem na pessoa da esposa Andréa Medeiros, uma gigantesca força que, dia e noite trabalha ombro a ombro, como se também ela fosse prefeita. Com isso, a empatia com as massas femininas é inconteste. Mano não é de muitos holofotes, mas percebeu cedo a força das redes sociais, para prestar contas diárias de suas ações e com isso, atrai a si, populares da periferia que, nos “reels” e “tik-tok” da vida, posam com ele e a esposa. Ora, isso os põem em tempo real, na telinha celular do eleitor simpatizante do casal.

Por essa e outras é que, raras vezes Jaboatão dos Guararapes teve o privilégio de ter à frente da administração municipal, a partir de janeiro de 2025, gestor qualificado (seja o eleito quem for, entre os possíveis e atuais concorrentes), capaz de enfrentar os gravíssimos problemas sociais do Município.

A disputa promete ser duríssimas. Mas, por fim, ganhará a população, como dito acima. Assim, seja!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes