Blog Luis Machado

Notícias

Elias critica concurso público em Jaboatão mas se diz disposto a homologá-lo se eleito for

Elias critica concurso público em Jaboatão mas se diz disposto a homologá-lo se eleito for

Elias critica concurso público em Jaboatão mas se diz disposto a homologá-lo se eleito for

Elias critica concurso público em Jaboatão mas se diz disposto a homologá-lo se eleito for

Temos dito aqui que, a vida dos políticos nem sempre é fácil, como muitos pensam. Sobre eles recaem toda a responsabilidade dos seus atos, quer para enaltecê-lo quer para criticá-lo.

Claro que, na ponta, o que ele fez ou deixou de fazer vai cair na conta do mesmo. Exemplo disso foi o que se viu acerca do que declarou o pré-candidato da federação Brasil da Esperança (PT/PV/PCdoB) à Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PT), nesta quinta-feira (30). Disse Elias – apesar de criticar a atual gestão municipal – que, caso vença a eleição municipal de 2024, irá homologar, em 2025, o concurso público a ser realizado no próximo mês de agosto.

Para demonstrar seu inconformismo, dentre outras, disse o pré-candidato: “Realizamos em nossos governos (Governos de Elias, em Jaboatão, no passado) diversos concursos, mas sempre de forma planejada e atendendo aos interesses do município e com o único objetivo de promover melhorias nos quadros técnicos da prefeitura, nunca como manobra meramente eleitoreira“.

Acrescentou Elias: “O atual prefeito Mano Medeiros integra a gestão Anderson Ferreira há oito anos e, há quase três, se encontra à frente do Poder Executivo, mas apenas às vésperas de uma eleição decidiu fazer um concurso, mesmo sabendo que a legislação proíbe a nomeação dos aprovados há menos de três meses do pleito e até a posse do futuro prefeito ou prefeita

Na nota emitida, na qual o ex-prefeito e pré-candidato critica o atual gestor, ainda diz: “Então caberá ao futuro prefeito ou prefeita nomear e dar posse aos aprovados no concurso. Portanto, fica evidente a tentativa do atual prefeito de ludibriar os candidatos. Isso sem falar que o certame não contempla, por exemplo, professores para escolas em tempo integral, analistas nas áreas de controladoria interna e tecnologia da informação, setores fundamentais no processo de modernização da gestão. Mas firmamos aqui, de antemão, o nosso compromisso em, se eleitos, homologarmos o concurso a partir de 2025″, pontuou Elias, ao reforçar a defesa de uma política de humanização e valorização dos atuais servidores públicos e a implantação de uma mesa permanente de negociação que discuta os diversos aspectos das carreiras municipais“.

Ora, convenhamos! Sem querer adentrar ao mérito da questão, há que se perguntar: Qual o prejuízo ao erário público ou ao contribuinte traria ou trará a realização de um concurso que só vem ao encontro da moralidade pública e do que preconiza a legislação pertinente, em vigor? A resposta é NENHUM PREJUÍZO. Muito pelo contrário! Tanto isso é verdade que o próprio Elias se diz disposto a homologá-lo, se tiver a chance.

Será que, só pelo fato de o atual prefeito ter integrado a gestão do ex-prefeito Anderson Ferreira por oito anos e está à frente do atual Governo há quase três, o deslegitimaria a realizar o aludido Concurso, mesmo sabendo que o mesmo possa ensejar holofotes a outro gestor, caso não seja Mano reeleito ?

Pode até ser verdade que Mano Medeiros esteja querendo tirar proveito do mesmo (isso faz parte do jogo e Elias também o faria, se estivesse no poder), já que estamos às portas das eleições de outubro próximo.

Parece que Elias não está bem assessorado em questões de alta indagação, como esta. O que ganha ele, com isso? Não seria melhor ter ficado calado? Será que, em suas duas gestões Elias tivesse realizado concursos o suficiente para tocar a máquina, Mano precisaria abrir agora, quase 1.600 vagas, para várias áreas?

Será que o prefeito atual teria mesmo condições de contemplar todas as áreas da Administração, com a realização do aludido concurso a ser realizado? São estas questões que a população precisa se questionar.

Se faz necessário trazer ao nosso leitor, dentro de uma visão imparcial e apartidária, essas questões que se nos parecem salutares e de suma importância e sobre as quais o ilustre pré-candidato Elias Gomes tem disponibilizado da nossa parte, o devido espaço, para contraditar, para se explicar ou justificar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes