Blog Luis Machado

Notícias

FALTA O QUÊ, para vê que chegamos ao fundo do poço?

Resultado de imagem para fotos do armagedon

Que o gênero humano vem abusando de sua condição, isso não é mais novidade. Que o genial modelo de criação meritocrática chamado DEMOCRACIA suscita questionamentos acerca de sua existência, na atualidade, também não é novidade.

Que os níveis de convivência interpessoal entre humanos, nações e instituições dá sinais de fadiga, também é fato. Que é preciso parar para repensar o sentido da vida, no Planeta Terra, creio que, para quem ainda não perdeu o equilíbrio, é absolutamente incontestável. E mais que isso: è inadiável, pra já, pra ontem!…

Confusão de todo tipo e gênero, por incontáveis “motivos” vem sendo objeto de questionamentos por pensadores de todos as áreas: história, sociologia, antropologia, ciências do psiquê e afins, todos vem se debruçando especialmente a partir do século XIX, ante às transformações sociais chegadas a uma velocidade inimaginável.

Estudos e teses foram feitas aos milhões, mas ficou no papel, na teoria e, o que se vê agora é que, encontra-se a humanidade inteira diante do dilema: O que deve ser feito, como deve ser feito e, para que deve ser feito, mas isso não basta. Necessário é executar com urgência. Executar o quê? Executar ou praticar com atitudes, atos e ações que possam mudar esse cenário e para melhor. Sim, porque os valores já foram invertidos, sob todos os aspectos e a humanidade que, sem se aperceber abriu mão dos valores e conceitos até então vigentes, não foi capaz de, em seu lugar, colocar outros, capazes de tornar a condição de vida em sociedade, de forma saudável, sustentável.

Violência, egoísmo, indiferença, relativismo, descrença e desamor, são apenas alguns dos flagelos que ameaçam de morte (em alguns casos isso já é real), na base, todos nós. Pois bem. A pergunta é: O que fazer? Nada? O que fazer e como fazer? Não é a humanidade capaz de reagir? Ou vai-se mesmo deixar que cada um tenha sua ‘verdade’ e o TODO que se dane? Creio que a resposta precisa vir revestida de atitudes corajosas, capazes de quebrar paradigmas. Porque do jeito que está, o holocausto a todos nós, é favas contadas. Que Deus tenha Misericórdia da pobre Humanidade!

Comento, argumento. Só não invento!

WhatsApp do editor do Blog Luís Machado: (81) 98732.5244.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá