Blog Luis Machado

Notícias

Lulismo e bolsonarismo já causam fadiga

Lulismo e bolsonarismo já causam fadiga

Lulismo e bolsonarismo já causam fadiga

Lulismo e bolsonarismo já causam fadiga

  • Que a divisão entre os brasileiros tomou corpo, com a reeleição de Dima Rousselff, em 2014, isso já sabíamos. Que isso cresceu e parece ter virado uma febre, após a eleição de Jair Bolsonaro, em 2018, também já sabíamos. O que não se sabia, era que isso chegaria ao ponto de causar fadiga, dado à sucessão de fatos, ocasionados, tanto pela direita quanto pela esquerda.

Exemplo claro mais recente disso, foi a infeliz declaração do presidente Lula, no ato de desagravo do 8 de janeiro, quando alfinetou Bolsonaro, para em seguida preconizar a falta de perdão para os desafetos tidos como golpistas.

Na outra banda, surge há poucas horas, outro auê e mais um exemplo causador de fadiga, desta vez vindo da esposa de Bolsonaro, no qual ela mede forças com uma influenciadora petista (Karina Santos), de Pernambuco. Segundo se está a divulgar, a petista estaria sofrendo ameaças, após a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro expor seu perfil em um story, no Instagram, em revide a atitudes instigantes de Karina.

Parece que a imprensa e as redes sociais não têm outra coisa para se ocupar, a não ser divulgar essa burra e maldita medição de forças, existente entre seguidores de Lula e de Bolsonaro. Há tanta coisa a ser noticiada – até mesmo para cobrar das autoridades, as providências de prestação de serviços – para o bem da população.

É como se a utilização dos incautos, como massa de manobra, fosse algo imprescindível à sobrevivência política das referidas correntes político-partidárias. Segundo analistas mais antenados à cena política, isso não ocorre por acaso e é tudo previamente feito e combinado. Lembram de quando Bolsonaro era presidente e sua pauta diária de ataques era sempre dirigida à oposição? Pois o contrário está ocorrendo de alguma forma, turbinado pelas atitudes do atual mandatário da Nação.

Lula, assim como Bolsonaro, sabem que seus apoiadores estão sempre dispostos a se indispor com o lado oposto, mesmo que isso implique em algum prejuízo pessoal e tanto é verdade que há bolsonaristas “exilados” no Exterior até hoje, em consequência de seus atos e da “caça às bruxas”, vinda do Supremo Tribunal Federal.

O fato é que, sem adentrar ao mérito de quem esteja certo ou errado, essa divisão quase fratricida causa desconforto e fadiga. São incontáveis os casos de desavenças entre amigos e até entre parentes, em decorrência da polarização existente que, só beneficia a quem intencionalmente visa o poder. Os desavisados esquecem que, como diz Guilherme Andrade Félix, “Quem deixa suas ideologias políticas interferir e prejudicar sua vida pessoal, não é digno de tê-las”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes