Blog Luis Machado

Meu presente de aniversário: Seu compartilhamento das matérias

Só tive fôlego até às 11:24h, para responder, de imediato, pequena parte das mensagens recebidas. Fica para depois, as demais.

Quem disser que não fica feliz, ao receber mensagens de felicitações, acerca de uma data importante, na vida, é ‘doido ou doente do pé!’ Hoje é minha vez. Como tudo na vida, está tendo um lado bom e um lado “ruim”, se é que posso chamar de ruim.

O lado bom, é sentir a emoção, pelas manifestações de carinho e apreço, das pessoas amigas e de conhecidos (a grande maioria dos quais só nos conhece pelas redes sociais) que utilizam seu tempo para nos massagear o ego e alegrar o coração, cada um do seu jeito e à luz da criatividade que a inspiração lhes proporciona.

O “lado ruim” (trata-se de um ruim muito bom) é que, do jeito que fiz (deixando a data de aniversário na redes sociais) não se pode fazer outra coisa, a não ser responder, de imediato, às mensagens chegadas, em grande quantidade. A menos que se queira dá aquela clássica resposta genérica a todos, de uma só vez, o que, em meu caso, não rola. Acho meio fora da curva, não responder a todos e o quanto antes. Até porque se o ONTEM JÁ PASSOU, o amanhã NÃO NOS PERTENCE. Como diz Santa Teresinha do Menino Jesus, “só temos o hoje, o agora…”

Pois muito bem. Nesse diapasão, comemorar idade é deixar aflorar o sentimento de gratidão: A Deus, à família e aos amigos. Pelos dons recebidos, pelo afeto, pelos presentes…

Particularmente, penso que, quanto aos presentes, estes serão bem-vindos e até solicitados, desde que venham sob a forma de Compartilhamentos. Se os amigos que nos honram e enriquecem com suas leituras (concordando ou discordando) compartilharem nossas matérias, estarão nos presenteando, automaticamente, especialmente no dia de hoje. Este é o meu presente.

E por quê desejo essa forma de presente? É porque tudo o que publicamos,, aqui, no Blog, é feito com extremado carinho, responsabilidade e, acima de tudo, em respeito ao nosso leitor, com a consciência de que assim fazendo, estamos dando nossa parcela de contribuição para o bem comum, através da informação isenta e imparcial. A parte do leitor é compartilhar. Feito isto, a matéria passará a ser também dele (leitor) que passa a também fazer opinião. Faço a parte (escrevendo) que o leitor não faz, esperando que este faça o que não posso fazer: Compartilhar.

Às centenas e milhares que já compartilham (incluindo os que só leem, mas ainda não compartilhavam), em todo o Estado de Pernambuco e fora dele, nosso mais profundo sentimento de gratidão. O aniversário é meu, mas a festa é de todos e cada um de nós. Muito obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá