Blog Luis Machado

Notícias

O QUE O ELEITOR JÁ ENTENDEU SOBRE PATRÍCIA DOMINGOS

A imagem pode conter: 3 pessoas, atividades ao ar livre, texto que diz "Valor ECONONDDO Crescimento de delegada dispara alerta para Campos ELA DISPAROU! TODOS COM PATRÍCIA"

Queira ou não queira, a existência de dois turnos em pleitos eleitorais nas cidades com mais de 200 mil eleitores, acaba tendo influência no processo e alguns candidatos são diretamente afetados. Sim, porque enseja o chamado “voto útil”, em que o eleitor é praticamente obrigado a votar logo no primeiro turno, em determinado candidato, para não correr o risco de ver eleito, no segundo turno, aquele que não queria que o fosse.

É o caso, por exemplo, do Recife, em que, conforme as pesquisas, o candidato João Campos (PSB) desponta na liderança de intenção de votos e em segundo lugar estão praticamente empatados e com as mesmas chances de irem ao segundo turno, Marília Arraes (PT), Mendonça Filho (DEM) e Patrícia Domingos (Podemos).

Ora, se João Campos está praticamente no segundo turno e, se o eleitor de Patrícia Domingos, por exemplo, não quer ver Marília Arraes disputar com João, é inevitável que vote logo no primeiro turno, na delegada Patrícia, a fim de que esta seja vitoriosa, contra o candidato do PSB. Este raciocínio está estribado e encontra ressonância, na pesquisa do DataFolha, em que aponta Patrícia Domingos como a única candidata rigorosamente igual a João, num eventual segundo turno. O que isso quer dizer? Quer dizer que, é muito provável que Marília e Mendonça cedam lugar à delegada. Patrícia é a menos rejeitada de todos os concorrentes e isso fará a diferença na hora H.

Por essa e outras, é que, em nossa opinião, o eleitor de direita e de centro-direita já entendeu as razões de votar na delegada Patrícia Domingos, já no primeiro turno, ante às razões acima expostas. Via de consequência, a continuar o cenário como está, Patrícia deverá mesmo liquidar a fatura, contra o candidato do Governo. Quem viver, verá.

Rapidíssimas

  • Forças de Segurança Nacional para o Cabo – Não mais se comentou, acerca do pedido feito pelo Podemos do Cabo de Santo Agostinho, em relação à presença de Forças de Segurança Nacional, no pleito de 15 de novembro. Será que a insegurança já não mais seria uma realidade, ou seria porque ainda não se pronunciaram as autoridades competentes?

  • Mais de 10 mil candidaturas são invalidadas – Falta de documentos é o principal motivo das impugnações; Ficha Limpa, o segundo. Especialista em direito eleitoral considera que muitos candidatos ainda poderão concorrer após recorrer em segunda instância.

  • Até na Europa? – Pois é. A irracionalidade não tem nacionalidade. Quer um exemplo? Italianos e espanhóis voltaram a conviver com o toque de recolher. A Itália, neste domingo (25), atingiu um novo recorde de infecções. O número de casos na Espanha, nesta sexta-feira (23), passou de 1 milhão. Mas apesar disso, houve protesto contra o Governo.

  • Eleitor esperto é outro “nivel” – Sabe aquele eleitor que liga pro candidato e diz que precisa de 200 “santinhos”, pois tem uns 150 eleitores já certos pra votar nele? Pois é, candidato. Não entre nessa não. Na verdade, o que ele quer mesmo é impressionar. Voto mesmo só o dele e talvez o da esposa, em casa.

  • Justiça misturada com safadeza – Está ocorrendo na Bolívia. Lá a Justiça anula ordem de prisão outrora decretada contra o ex-presidente Evo Morales. Ordem foi suspensa porque ‘seus direitos foram desrespeitados, basicamente o direito à defesa, pois o ex-presidente não foi devidamente convocado’, segundo juiz. Procuradoria Geral da Bolívia tinha acusado Morales de supostos crimes de terrorismo e seu financiamento. Inquérito continua.

  • Vinho de R$ 11 mil é servido como se fosse o de R$ 100 reais – O dono do badalado Balthazar, em Nova Iorque, contou que um gerente da casa se confundiu e acabou trocando dois pedidos: no fim, o casal pagou US$ 18 por vinho raro. Isso é mais difícil de ocorrer do que ganhar sozinho na Mega.

  • Landa Oliveira, isso é que é apoiadora – Até processo responde, por defender com unhas e dentes, seu candidato a prefeito, delegado Antonio Resende, no Cabo de Santo Agostinho. Pense numa apoiadora rochedo!

  • E Arnaldo Delmondes? – Se elege ou não, no primeiro turno, em Jaboatão dos Guararapes? Bem, isso é o que ele tem dito a muita gente. Como o prefeiturável é espírita, a gente não pode duvidar muito, não. Afinal, pode ser que ele tenha poderes pra lá do além!

  • E por falar em Jaboatão… – Lá tem Fábio Mendes, aquele ser simpático que, apesar de não ter testa, tem cabeça grande. Apoia o filho do mesmo nome e diz que vai ser eleito. Diz que não tem dinheiro nem nada. Mas tem sola no sapato pra pedir votos em Candeias e arredores. Como diz Zé Faísca… Sonha Marcelino!

Comento, argumento. Só não invento!

WhatsApp do editor do Blog Luís Machado: (81) 98732.5244.

Banco de Alimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá