Blog Luis Machado

Notícias

Oposição no Recife, bate cabeça e o preço a pagar poderá ser muito alto

Resultado de imagem para fotos de marilia arraes

Eleições 2020: João Campos perde para os três principais pré ...

Observando a cena política do Recife, impossível não ficar impressionado, como falta tirocínio aos principais líderes oposicionistas, postulantes à sucessão do prefeito Geraldo Júlio (PSB), nesta fase de costuras, acerca de alianças. Chega a ser hilariante como fazem malabarismos pra ver se “o barro cola”, fazendo discurso pra inglês ver, usando as ferramentas de que dispõem (e são muitas), na tentativa de trazer a sí o apoio dos demais pré-candidatos.

Quando o presidente do PSD, deputado André de Paula rasga elogios a João Campos (PSB) mas exalta as qualidades de Mendonça Filho (DEM), com nítida impressão de querer dá um up grade ao amigo democrata, mostra que Mendonça carece de combustível pra decolar. E não é só André de Paula. Os presidentes do PSDB, deputado Bruno Araújo e o ex-senador Armando Monteiro (PTB) também apresentam-se como possíveis aliados de Mendonça, tudo para tentar viabilizar uma candidatura que dá mostras de que não empolga. Curioso é que tanto Bruno quanto Armando, não descartem marchar com a delegada Patrícia Domingos (Podemos) com quem já conversaram. Sabem que a delegada, entre todos, é a que poderá crescer mais e não há contra ela qualquer rejeição. Enfim, todo mundo conversando com todo mundo.

Mas não se pense que seja apenas Mendonça Filho. Também o pré-candidato, Daniel Coelho (Cidadania), imagina poder contar com PSC e PL, dos irmãos Ferreira, o que nos parece improvável. Enquanto isso, a ventania dá mostras de soprar a favor da petista, deputada Marília Arraes (PT). Fato é que, apesar do objetivo comum ser derrotar o candidato da situação, na prática, a oposição perde tempo e bate cabeça para quando, só das convenções, engendrar estratégias de atuação, o que poderá ser tarde de mais. Isso é tudo o que o PSB quer. Sabe este do seu enfraquecimento, mas conhece o tamanho da fragmentação da Oposição. É por isso que, após o leite derramado, ficam a procurar chifre, na cabeça de cavalo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá