Blog Luis Machado

Papa Francisco causa confusão com bênção a casais do mesmo sexo

Papa Francisco causa confusão com bênção a casais do mesmo sexo

Papa Francisco causa confusão com bênção a casais do mesmo sexo

Papa Francisco causa confusão com bênção a casais do mesmo sexo

Papa diz que bênçãos LGBT são para indivíduos, não aprovação de uniões

Diante da pressão que vem sofrendo de bispos e cardeais, no mundo inteiro, o Papa Francisco defendeu nesta sexta-feira um documento do Vaticano sobre bênçãos para casais do mesmo sexo, porém disse que elas não são uma aprovação de um estilo de vida que a Igreja vê como potencialmente pecaminoso, mas de indivíduos que buscam se aproximar de Deus.

Só que, na realidade, a intenção do Papa – certamente induzido pelo cardeal Víctor Manuel Fernández, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, que é notoriamente pró LGBTQIA+ – é dá um passo para que num futuro próximo, pessoas nessa condição possam se casar, na Igreja.

Não se tem noticia de que, em toda a milenar história da Igreja Católica, um Papa tenha sido tão ousado, a ponto de querer mudar a doutrina da instituição. Neste particular, como alegam grande número de dignitários (bispos, cardeais e sacerdotes) da instituição, as Sagradas Escrituras, a tradição e os documentos são enfaticamente contrários à união de pessoas do mesmo sexo, bem como à prática do homossexualismo.

Como se vê, as explicações do pontífice acerca do documento (Fiducia Supplicans) parece aumentar ainda mais a confusão, na Igreja, ao redor do Mundo. Afinal, se o documento aprovado pelo papa fala em bênção a casais do mesmo sexo, mas depois diz que essa mesma bênção não seria para o casal e sim para o indivíduo do mesmo casal, está evidenciado que não há coerência, no que o chefe da Igreja está falando. Não há nem mesmo lisura, nessa questão.

Se o santo padre diz que a referida bênção a indivíduos nessa circunstância, não é novidade e que sempre existiu, então com que finalidade veio mexer nessa questão, autorizando o que já existia? Esta é uma pergunta que, em si, leva à conclusão de que o Papa queria ou quer, sim, abençoar a união de casais do mesmo sexo. Não há a menor dúvida de que a cúpula da Igreja almeja autorizar o casamento de tais indivíduos, nos moldes tradicionalmente existentes, para casais heterossessuxuais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes