Blog Luis Machado

Notícias

Para o Recife tudo. Para Jaboatão nada na visão do PT

Para o Recife tudo. Para Jaboatão nada na visão do PT

Para o Recife tudo. Para Jaboatão nada na visão do PT

Para o Recife tudo. Para Jaboatão nada na visão do PT

Ministro Alexandre Padilha promete R$ 120 milhões para o Recife e nada para Jaboatão. Promete ajudar Elias Gomes, mas está blefando

Não é exagero da manchete e o que o leitor do Blog vai constatar, a seguir, nada mais é do que a expressão da verdade. Numa análise imparcial e isenta, não há como negar que, em relação a Jaboatão dos Guararapes, a visita do ministro Alexandre Padilha (PT), da Secretaria de Relações Institucionais do Governo Lula, deixou a desejar e pior: assumiu contornos de um antecipado discurso de campanha e nada mais que isso.

Toda a imprensa de Pernambuco noticiou, nessa segunda-feira (20), que o ministro da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, se colocou à disposição, para auxiliar na construção da pré-candidatura de Elias Gomes (PT) à Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes para as eleições de 2024. Segundo o representante do Governo federal, Jaboatão dos Guararapes é tida como “prioritária para o Partido dos Trabalhadores e irá contar com o empenho pessoal de toda a bancada da sigla na Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado Federal”.

Ora, para nós que preconizamos um jornalismo imparcial, independente e isento das paixões políticas, não é razoável que se queira subestimar a capacidade de inteligência das pessoas e porque dizemos isso? É porque, enquanto Padilha anunciou mais de R$ 120 milhões de recursos do governo federal para a construção do Hospital da Criança no Recife e para o novo setor de oncologia do Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (Imip), para Jaboatão dos Guararapes nada foi além da promessa de que ajudará Elias Gomes a eleger-se prefeito, ano que vem.

Não teria sido razoável deixar de lado o viés ideológico e, através dos canais competentes procurar o prefeito Mano Medeiros (PL) para, num gesto de que verdadeiramente se estaria preocupado com os graves problemas sociais do populoso município de Jaboatão dos Guararapes?

Que prioridade é essa, em relação a Jaboatão, por parte do PT, se nenhum centavo foi anunciado para lá, e logo agora que Elias precisa mostrar concretamente que está do lado de quem tem o cofre, que é o Governo Federal? E vejam que foi o próprio ministro que disse: “E desde já me coloco à disposição para cair em campo nessa articulação”. De que campo falou o ministro? Só se for um campo minado, já que a artilharia do prefeito Mano é pesada e somente com dinheiro trazido ao Município, as minas seriam desativadas. Mais claro que isso, só desenhando!

Bem, se Padilha vem, como de fato veio ao Recife e reúne uma penca de líderes petistas, num restaurante da Zona Sul da Capital e não acena com gestos concretos, para o novo aliado, em Jaboatão (atraindo holofotes apenas para si e para João Campos), tudo não passou de “muito cacique para pouco índio”. Desculpem-me, os apaixonados, mas o PT está blefando!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes