Blog Luis Machado

Notícias

Prefeito de Jaboatão faz um gol de placa digno de louvor

Prefeito de Jaboatão faz um gol de placa digno de louvor

Prefeito de Jaboatão faz um gol de placa digno de louvor

Prefeito de Jaboatão faz um gol de placa digno de louvor

Mano Medeiros articula e Governo do Estado suspende reintegração de posse de terreno em Cavaleiro

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes participou na tarde desta segunda-feira (13), no Palácio do Campo das Princesas, de uma reunião com o secretário da Casa Civil do Estado, Túlio Vilaça. No encontro, o prefeito recebeu a garantia da suspensão do processo de reintegração de posse dos ocupantes do terreno onde funcionou a antiga Escola Estadual Ministro João Alberto, na Rua Jangadinha, em Cavaleiro.

A reintegração da área foi iniciada em 1998. No local residem, atualmente, 79 famílias carentes. Em 30 de abril de 2024 a comunidade foi notificada e provocou grande preocupação no poder público do Jaboatão.

O prefeito Mano Medeiros tomou a iniciativa e através de articulações com o Governo de Pernambuco, principalmente com a governadora Raquel Lyra, mostrou a importância social desse terreno onde estão assentadas precariamente as famílias.

Após as manifestações da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes e dos argumentos apresentados por Mano Medeiros, o secretário da Casa Civil comunicou aos representantes da ocupação que o Governo do Estado suspendeu o processo de reintegração de posse e, além disso, determinou à Secretaria de Habitação um estudo sobre a viabilidade da área. “Nós vamos trabalhar em conjunto com a Prefeitura do Jaboatão para encontrar o melhor caminho e resolver com agilidade a situação dessas famílias”, afirmou Túlio Vilaça.

Mano Medeiros comemorou e afirmou que a suspensão da reintegração é mais uma vitória conquistada pela gestão. “A governadora foi muito sensível às nossas solicitações, nas quais fizemos esse pleito pela comunidade. Agora, o próximo passo é trabalhar em um projeto conjunto com o Governo do Estado para garantir moradia digna para os ocupantes do terreno e fazer a requalificação urbanística na região”, destacou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes