Blog Luis Machado

Notícias

Presidente Jair Bolsonaro agora enfrenta a esquerda e a direita, juntas. Quem diria!

Movimentos de direita fazem carreatas contra Bolsonaro em São Paulo e Rio |  Poder360

Paciência tem limite. Como é sabido, boa parte do eleitorado que votou em Bolsonaro, na verdade nem votou nele. Votou mesmo foi contra o PT, por tudo o que ocorreu nos Governos petistas. Além disso, o discurso do então candidato era revolucionário e inovador. Mas o que se viu e se vê é outra coisa.

Exemplo disso, se viu, neste domingo (24), mostrado pelo portal UOL. Embora em número muito pequeno (em virtude da pandemia). Malgrado estivessem em lados opostos durante o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), esquerda e direita agora pedem a saída do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Os grupos defendem o mesmo, mas seguem separados, pelo menos na hora de protestar. Depois da carreata de sábado, da Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo — que apoiaram a petista em 2016 —, Ontem foi a vez de o MBL (Movimento Brasil Livre) e o Vem Pra Rua organizarem suas manifestações.

O formato de protesto em carreatas foi escolhido para reduzir o risco de contágio da covid-19. Segundo o MBL, o grupo preferiu protestar no domingo porque o movimento é forte em São Paulo, com muitos comerciantes que trabalham sábado e preferem protestar aos domingos.

“Estelionato eleitoral, entregou o Governo pro Centrão, fez aliança com Toffoli, Aras, Kassio, abandonou pautas econômicas, abandonou o combate à corrupção e sabota o combate à pandemia”, escreveu o MBL em uma rede social ao publicar um vídeo do protesto na avenida Paulista.

Em São Paulo, a concentração foi em frente ao estádio do Pacaembu, na zona oeste. O protesto também ocorreu em outras cidades.

No Rio, o ato começou por volta das 10h30, na avenida as Américas e, às 10h, em frente ao Monumento Zumbi dos Palmares, no centro: os carros foram até a Praça da Bandeira antes de fazerem o caminho de volta.

Em Belo Horizonte, o ato foi marcado na Praça do Papa às 15h. Mais cedo, Poços de Caldas também protestou.

Em Cuiabá, a manifestação começou às 9h próximo à UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso). No mesmo horários, os carros saíram da avenida da Doca de Souza Franco, em Belém (PA).

No interior paulista, o ato foi convocado em São José dos Campos, no Parque Vicentina Aranha, a partir das 10h30. É. Pelo visto, nem todos da direita são “gado”, como dizem pejorativamente os antibolsonarianos.

Comento, argumento. Só não invento!

WhatsApp do editor do Blog Luís Machado: (81) 98732.5244.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá