Blog Luis Machado

Rapidíssimas do sábado

Rapidíssimas do sábado

Rapidíssimas do sábado

Rapidíssimas do sábado

Compartilhe e faça opinião

  • . Vazou. E daí? – Ainda rende muito o vazamento do que disse o presidente da Alepe, contra a governadora Raquel Lyra, na tarde dessa quinta-feira (01-02-2024). O que não falta é gente aproveitando para demonstrar apoio. Tanto à Raquel quanto ao Porto. A pergunta que não quer calar: Diante do clima belicoso entre ambos, alguém duvida que o microfone do presidente da Casa tenha ficado aberto de propósito?

  • . E por falar nisso… – O que foi fazer mesmo a governadora, na Assembleia Legislativa, depois de ter entrado com uma camisa de força contra a Casa, no Supremo Tribunal Federal? Será que a alegada “prestação de contas” não poderia ter sido feita pela vice, Priscila Krause que, diga-se de passagem, compôs a Mesa? Pois é. Parece que Raquel quis mesmo encher de vez, o saco dos inconformados deputados estaduais, capitaneados por Álvaro Porto. Eu, hein!

  • . Marília Arraes cai de pau, em Raquel – Quem reapareceu, nesta quinta-feira (01) foi a ex-deputada Marília Arraes (SD), através de vídeo gravado, no qual faz críticas à governadora do Estado, Raquel Lyra, por não providenciar câmeras para o Carnaval, nas grandes concentrações de foliões carnavalescos. Parece que tá todo mundo querendo cair de pau, em cima da chefe do Executivo estadual.

  • . E por falar em Carnaval... – Será que a Polícia Civil de Pernambuco vai ter mesmo peito para entrar em greve, em pleno carnaval? Vamos esperar, pra ver.

  • . Juiz na política, virou moda – Lembram de quando delegado de polícia se candidatar virou uma febre? Pois é. Agora a moda pendeu para o lado da magistratura. Tanto é que o juiz Luiz Rocha, do TJPE recebeu apoios à sua pré-candidatura à Prefeitura de Camaragibe. A política é para muitos uma coisa “nojenta” mas… se fosse mesmo, os juízes iriam querer a boquinha do poder político partidário?

  • . Baile Municipal de Jaboatão – Diversão, alegria e muito frevo no pé vão dar o tom do Baile Municipal Inclusivo do Jaboatão dos Guararapes, que acontecerá no dia 03 de fevereiro, no Clube Ferroviário, a partir das 19h. A festa cujo tema será “Raízes culturais”, será animada pelo Bloco Lírico Flabelo do Amor, Nonô Germano, Nena Queiroga e Orquestra 90 Graus e convidados (Jeanny Cris, Rucca, Alisson O Príncipe e Léo Hall). O baile contará com espaço acessível para pessoas com deficiência, uma prática que a gestão vem mantendo nos eventos organizados pelo município.

  • . E por falar em Jaboatão... – O que se comenta é que já são cerca de dez partidos políticos apalavrados em apoiar a reeleição do prefeito Mano Medeiros. Um dos últimos foi o PSD do vereador Márcio do Curado, que chegou esta semana. Como se vê, as próximas eleições no Município prometem serem umas das mais acirradas. Isso, pelo fato de que a favor do principal concorrente do Mano (Elias Gomes) estarão nada menos que três senadores e, como se não bastasse, Mano possivelmente não contará com o apoio da governadora que, como nos disse um experiente parlamentar do Jaboatão, “adora ficar em cima do muro” e vai ficar. Em contrapartida, o prefeito tem uma poderosa máquina, a seu favor que, por si so, já oferece, de saída, metade da eleição.

  • . Uilma Lopes de molho – Quem está saindo do molho (esteve dodói), é a competentíssima, charmosa e super carismática Uilma Lopes, chefe da fiscalização de trânsito do Jaboatão dos Guararapes. Pense numa pessoa maravilhosa! Se prepare, minha amiga! O Baile Municipal é amanhã.
  • . Apareceu o “deixa disso” – Sobre o incidente do vazamento da fala do presidente da Alepe, disse o primeiro secretário da Casa, deputado Gustavo Gouveia (SD): “A disseminação deste incidente só desagrega. Pernambuco precisa avançar e os poderes precisam trabalhar e dialogar. Tenho certeza da grandeza da Governadora, primeira mulher a ocupar este cargo no Estado, e que tem firme propósito de olhar para frente na tarefa de soerguer Pernambuco, e a convicção que o meu amigo e presidente da Alepe nutre o mais profundo respeito pela governadora e pelos poderes constituídos. Acredito que ambos tratarão deste infortúnio com a dimensão correta que se dá a intriga, ou seja: olhar adiante e seguir trabalhando por nosso Estado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes