Blog Luis Machado

Notícias

Desliguem a TV e abram a Bíblia, apela o Papa Francisco

O consumismo de hoje é uma doença séria, diz papa Francisco | Exame

Pelo Portal Aleteia.

“A Palavra de Deus nos permite tocar com a mão a proximidade divina”.

“Desliguem a TV e abram a Bíblia, apelou o Papa Francisco neste mês de janeiro, por ocasião do Domingo da Palavra de Deus, celebrado neste ano em 24 de janeiro. Ele não presidiu a Santa Missa devido à ciatalgia que o acomete, mas a sua mensagem foi lida por dom Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, que o substituiu como celebrante.

A mensagem do Papa recordou que Deus está sempre perto de nós e que a Sua Palavra nos permite “tocar com a mão esta proximidade”:

“É o antídoto contra o medo de enfrentar a vida sozinhos. Através da Sua Palavra, Nosso Senhor consola, isto é, permanece com quem está só. Falando conosco, Ele nos lembra que estamos no Seu coração, somos preciosos aos Seus olhos, estamos guardados na palma da Suas mão”.

Francisco também explicou por que a Bíblia é “Palavra de consolação, mas também de conversão”:

“Com a sua proximidade, acabou o tempo de deixarmos Deus e os outros à distância; acabou o tempo em que cada um só pensa em si e avança por conta própria. A pessoa que experimenta a proximidade de Deus não pode deixar o próximo à distância, não pode deixá-lo distante na indiferença”.

Deus nos fala em nossa cotidianidade, ressaltou o Papa:

“Ele nos procura onde estamos, nos ama do jeito que somos e, pacientemente, acompanha os nossos passos. Como fez com aqueles pescadores, Ele vai nos esperar também nos locais da nossa vida. Com a Sua Palavra, quer nos fazer mudar de rumo”.

A Palavra de Deus, prosseguiu Francisco, é “a carta de amor escrita para nós por Aquele que nos conhece como ninguém”:

“Ao lê-la, nós voltamos a ouvir a Sua voz, vislumbramos o Seu rosto, recebemos o Seu Espírito. A Palavra nos aproxima de Deus: não a deixemos longe”.

Desliguem a TV e abram a Bíblia

O Papa então convidou:

“Levemo-la sempre conosco, no bolso, no celular; reservemos a ela um lugar digno em nossa casa. Coloquemos o Evangelho num lugar em que nos lembremos de abri-lo diariamente, talvez no começo e no fim do dia, para que, no meio de tantas palavras que chegam aos nossos ouvidos, qualquer versículo da Palavra de Deus chegue ao nosso coração”.

Para isso, ele propõe que os fiéis leiam a Bíblia todos os dias:

“Peçamos ao Senhor a força de desligar a televisão e abrir a Bíblia, de desligar o celular e abrir o Evangelho. Neste ano litúrgico, estamos lendo o Evangelho de Marcos, o mais simples e curto. Por que não fazê-lo também em particular, meditando uma pequena passagem por dia? Isto nos fará sentir o Senhor perto de nós e infundirá coragem no caminho da vida”.

Comento, argumento. Só não invento!

WhatsApp do editor do Blog Luís Machado: (81) 98732.5244.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá