Blog Luis Machado

Notícias

ELES SE UNEM?

Eleições 2020: Daniel Coelho, Marília Arraes e Mendonça Filho são ...

O tempo está passando mas, por incrível que pareça, ao invés de já estarem alinhavando de forma concreta, a costura para o embate feroz, que vem por aí em torno da sucessão municipal do Recife, as principais lideranças do bloco de oposição (Mendonça, Daniel, incluindo aí o nome de Patrícia) ao candidato da situação não se define.

A vaidade é grande e por isso, quando se vê entrevistas dos principais concorrentes de João Campos (PSB), a conversa de todos é a mesma: De que “deve haver união em torno de um nome”. Pois é. Mas, contanto que esse nome seja do candidato de quem está a falar. Exemplo disso foi o que disse o deputado Ricardo Teobaldo, (Podemos) ao dizer que, “segundo pesquisa, a pré-candidata Patrícia Domingos estaria empatada com a deputada Marília Arraes, conforme pesquisa interna. Mas preconizou que a delegada Patrícia Domingos estaria muito bem e que os demais deveriam apoiá-la, numa candidatura única. Se continuar assim, chegará o período das convenções sem nada definido a esse respeito. Mas, não é só isso. Não se vê manifestação de Marília, acerca de candidatura única. Dá até pra pensar que, na verdade a deputada está fazendo jogo de cena, para, lá na frente e por um motivo “misterioso” dizer que não será mais candidata. Até mesmo porque sabe ela e muito bem que, não pode ser candidata de si mesma e por razões óbvias. A continuar assim, a menos que surja um fato novo… aí, já se sabe qual será o resultado, né?

Prefeito de Jaboatão dos Guararapes é detonado – Eliezer Costa, candidato a Prefeito, faz denúncias graves de superfaturamento, contra o Prefeito Anderson Ferreira (PL). Curioso é que o gestor se acha em situação tão confortável que sequer rebate as acusações. Ora, quem cala consente!

O luto continua – Já são 58.385 óbitos dos brasileiros vítimas da Covid-19. Em Pernambuco, até esta segunda (29) contabilizou-se 4.782 óbitos. Mas, pelo andar da carruagem e bem ao contrário da Europa, o pico da doença, parece demorar mais entre nós. Até porque falta coordenação integrada entre Governos Federal e estaduais, aonde todos deveriam falar um só idioma. Isso sem falar no tempero da politização que fizeram da doença.

Morte de indígenas por COVID-19 comove o mundo – A denúncia está sendo feita pelos próprios líderes indígenas. Segundo eles, não há qualquer protocolo de prevenção direcionado às nações indígenas e, considerando costumes e tradições, em que o contato físico é inevitável, o risco de mortandade em grande escala assombra e comove o mundo.

Planos de Saúde terão que cobrir testes a partir de agora – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) incluiu na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde o teste sorológico para o novo Coronavírus. A decisão foi tomada na última quinta-feira (25/06), em reunião da Diretoria Colegiada, e passa a valer a partir de hoje (29/06). Os exames sorológicos – pesquisa de anticorpos IgA, IgG ou IgM (com Diretriz de Utilização) detectam a presença de anticorpos produzidos pelo organismo após exposição ao vírus

Mais 1.400.000 desempregados a mais – A taxa de desemprego subiu de 6,5%, no quarto trimestre de 2014, para 7,9% no primeiro trimestre de 2015. Um milhão e quatrocentos mil desempregados a mais em apenas três meses. Isso é a outra face terrível dessa tragédia.

Decotelli toma posse, mesmo? – A posse do novo ministro da Educação Carlos Alberto Decotelli foi adiada pelo governo de Jair Bolsonaro depois de reveladas incoerências em seu currículo. A cerimônia estava marcada para esta terça-feira, 30, às 16h, mas segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou, o Planalto já avisou que ela não ocorrerá nesta data. Depois das denúncias sobre seu doutorado e mestrado, o governo está repensando se vai manter Decotelli no cargo.

A arte pediu e recebe socorro – Em sessão virtual nesta quinta-feira (4), os senadores aprovaram projeto de lei que destina R$ 3 bilhões para o pagamento de renda mensal a trabalhadores da Cultura, manutenção de espaços artísticos e para ações que ajudem o setor durante a pandemia. Batizado de Lei Aldir Blanc, o projeto permite que artistas, produtores, técnicos e trabalhadores que atuam no setor cultural tenham uma renda de R$ 600 por três meses. O valor será retroativo a 1º de junho. A renda é destinada aos profissionais que não foram contemplados pelo auxílio de R$ 600 a informais. Antes tarde do que nunca!

Caso Miguel – Após prestar depoimento na manhã desta segunda-feira (29), Sarí Côrte Real, patroa da empregada doméstica, Mirtes Renata, mãe do menino Miguel que caiu de uma das Torres Gêmeas, no Centro da Cidade, saiu em uma viatura da polícia, da Delegacia de Santo Amaro, área central da Capital. Na ocasião, familiares de Miguel aguardavam o tempo todo pela saída da acusada, do interior da delegacia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá