EX-VEREADOR E EMPRESÁRIO DIZ QUE PREFEITO DE JABOATÃO DEVERIA ESTÁ PRESO

ELIEZER COSTA

Autor de vídeo gravado e circulando na internet, com sérias acusações, o ex-Vereador e empresário, Eliezer Costa, acusa o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), de improbidade administrativa e meter a mão no bolso do povo, por ter adquirido dispositivos superfaturados, para iluminação pública, cujos valores ultrapassam a casa dos 300%, além de repercutir o que já vem senso amplamente divulgado pelas redes sociais, nos últimos meses, acerca do que determinou o TCE, por sua Segunda Câmara, atendendo a requerimento do Ministério Público de Contas de Pernambuco, quando determinou ao prefeito, a redução do valor da locação do imóvel onde funciona o Complexo Administrativo Municipal, de R$ 400 mil mensais para R$ 304 mil. A nova quantia está fixada no Acórdão TC 1530/18, cuja modulação foi aprovada pela Câmara, por unanimidade, por proposição do conselheiro Dirceu Rodolfo.

Após a Prefeitura ter alugado o imóvel para o qual transferiu quase todas as secretarias municipais, o conselheiro expediu uma Medida Cautelar limitando o valor do aluguel a R$ 218.982,75 até que fosse elaborado um parecer técnico por profissional indicado pelo Tribunal de Contas, o engenheiro civil Augusto Galindo de Almeida, analista do Ministério Público de Pernambuco.

Só pra lembrar que, além dos gastos com o complexo administrativo municipal aludido, a Prefeitura ainda gasta e muito, com aluguéis de outros imóveis, aonde funcionam órgãos da administração, como uma espécie de imóveis anexos.

Atônitos com os valores estratosféricos envolvendo a referida transação imobiliária – comenta-se que, só as despesas com o Complexo Administrativo, o tombo chega à casa dos R$ 18 milhões de Reais -, pergunta-se em cada esquina: Uma administração que gasta essa verdadeira fortuna de aluguel, não poderia construir seu próprio complexo administrativo? Outra pergunta que não quer calar: Aonde estão os Vereadores eleitos pelo povo com o papel de fiscalizar a correta aplicação do dinheiro público? Bem, pelo sim e pelo não, essa novela, ao que tudo indica, ainda vai render muitos capítulos, especialmente nesse ano de eleições.

FMO janeiro 2020

Coluna do dia

  • Vem novidades por aí, para alívio de uns e preocupação de outros. É que, embora alguns vejam nisso a regulamentação do correto uso das redes sociais, outros alegam cerceamento de liberdade, além de outras alegações nem sempre construtivas ou condizentes com a realidade.

hacker-roubo-de-dados-roubo-de-identidade-internet-redes-sociais ...

.É que o Senado Federal aprovou nesta terça-feira (30) o projeto com medidas relacionadas à disseminação de conteúdo falso na internet, conhecidas como “fake news”. Num primeiro momento, os senadores votaram o texto-base, provado por 44 votos a 32 com duas abstenções. Vem por aí novidade. Quem viver, verá.

  • Apurou este blog que nesta quarta-feira, por volta da meia noite, será publicada uma pesquisa eleitoral para Prefeito, em Jaboatão dos Guararapes. Considerando que, por conta da pandemia do coronavírus, foi a mesma feita por telefone, vai aqui uma dica aos pré-candidatos: Considerando que deverá declinar os critérios de aferição, tais como região, perfil e idade do eleitorado pesquisado, não custa nada prestar atenção. Isso poderá embasar suas atuações à caça do voto, dentro de poucos meses. Estaremos aqui, para divulgar. Fiquem ligados!
  • Você que é eleitor, saberia dizer qual a razão para que um prefeito comande partidos políticos, além daquele ao qual é filiado?
  • Dentro de pouco tempo a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB -, lançará campanha a nível nacional, pela Democracia e faz apelo aos advogados, a fim de que mergulhem de cabeça, em apoio à mesma. Aqui pra nós, uma instituição que não faz eleições diretas em todos os níveis e não faculta o exercício do voto livre, tem legitimidade para tal?
  • Corioso foi e ainda é, a celeuma em torno do ex-futuro ministro da Educação, Carlos Alberto Decatelli, acusado de mentir no tocante ao seu currículo vitae . Ora, convenhamos! Não teria sido melhor ter ficado quieto? Afinal, a falta de mestrado ou doutorado não deslegitima ninguém a alçar o cargo de Ministro da Educação. Vaidade. Sempre a vaidade?
  • Com o decreto do Governo do Estado em prorrogar para 31 de julho o período de distanciamento dos alunos, junto às suas escolas, como será feito com o ano letivo de crianças muitas delas que, estão desde março sem aulas (nem mesmo pela internet), já que não dispõem de computador e internet em seus lares?

Deixe um comentário

Posts Recentes