Blog Luis Machado

Notícias

ARMANDO MONTEIRO: OSTRACISMO, À VISTA

Armando Monteiro Neto testa positivo para o Covid-19 | Política: Diario de  Pernambuco

Parece que, assim como ocorre na vida, em geral, na política partidária o fenômeno ‘nascer-crescer-morrer’ não é diferente e, quando menos se espera, algum político de expressão já inseriu-se no que se chama de “ostracismo”. Claro que, para que se chegue a esse estágio, muito caminho já foi percorrido. Ou deixou de sê-lo. Poderíamos dizer que isso estaria ocorrendo com o ex-senador e ex-ministro Armando Monteiro Neto?

Empresário e político brilhante de projeção nacional, Armando Monteiro tem folha de serviços prestados pra lá de relevantes, haja vista ter passado pela presidência da Federação das Indústrias de Pernambuco e mais que isso: Chegou a ser presidente por dois mandatos consecutivos, da poderosa CNI (Confederação Nacional das Indústrias.

Deputado Federal por três mandatos consecutivos, sempre com votações expressivas, Senador da República e Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no segundo mandato de Dilma Rousselff, Armando Monteiro disputou o Governo do Estado, quando perdeu para o atual governador Paulo Câmara.

Pois muito bem. Apesar dos seus 17 anos de PTB, pelo qual disputou boa parte de seus mandatos, sendo a estrela maior da sigla, em Pernambuco, agora viu-se “despejado” do Partido, pelo todo-poderoso presidente Roberto Jefferson, em favor de um coronel da reserva – Coronel Meira (PSC) – o qual disputou e perdeu para Vereador, nas eleições de 15 de novembro passado. Comenta-se que Armando estaria desembarcando no PSDB , partido pelo qual iniciou sua carreira política, em 1990.

Obviamente que ainda não se pode dizer que Armando Monteiro estaria em fim de carreira, nem mesmo que já estivesse vivendo seu ostracismo de luxo. Mas, para quem como ele, dentro de tão pouco tempo, além de está sem mandato, perder espaço para um suplente de Vereador que sequer chegou perto de se eleger, só mesmo para quem se aventura como ele, em apoiar Marília Arraes (PT), sabendo que a recomendação superior era pra não se misturar com partidos de esquerda, em Pernambuco, especialmente aqueles cujos figurões foram signatários do famigerado Foro de São Paulo. Se liga, Armando! Quem sabe ainda não dá tempo começar, tudo de novo?

Comento, argumento. Só não invento!

WhatsApp do editor do blog Luís Machado: (81) 98732.5244.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá