Blog Luis Machado

Notícias

Jacinta Nascimento está fora das próximas eleições em Jaboatão dos Guararapes

Jacinta Nascimento está fora das próximas eleições em Jaboatão dos Guararapes

Jacinta Nascimento está fora das próximas eleições em Jaboatão dos Guararapes

Jacinta Nascimento está fora das próximas eleições em Jaboatão dos Guararapes

Aos observadores da cena política do Jaboatão dos Guararapes, a desistência da vereadora licenciada e secretária municipal de Assistência Social, Jacinta Nascimento, em concorrer às próximas eleições de outubro, se constitui na grande surpresa, nesta reta final de filiação partidária.

Todavia, para quem conhece Jacinta mais de perto, o gesto dela não chega a ser surpresa, na medida em que, não é de agora que outros fatores poderiam sobreporem-se como determinantes, para que a mesma não pleiteasse a renovação do seu mandato.

Numa entrevista concedida ao Blog Luís Machado que, por algumas razões não foi publicada (com a concordância dela), no segundo semestre de 2023, a parlamentar (atualmente Secretária do Governo Mano Medeiros) nos disse que não dispunha de qualquer motivação para voltar à Câmara de Vereadora do Município.

Instigada pela insistência deste editor do Blog, em arrancar dela o porquê de não mais querer renovar seu mandato, Jacinta foi incisiva: “Luís, eu me decepcionei muito. Perdi o encanto. Sabia que não era fácil, mas não imaginava que teria que bater de frente e às vezes até muito forte, na defesa do que me parecia correto. A impressão que dava, é que eles(os vereadores) me odeiam! Como eu sou de falar e, por temperamento, não levo recado para casa, então… sabe como é, né?”. Questionada se de fato isso era definitivo, disse ela: “sim. Não serei candidata. Insisti: “Falta t…são”? Ela: Sim. Falta t….são”.

Só que, como em política não se tem “palavra de rei”, decorridos vários meses, ao ser questionada novamente sobre a mesma temática, disse ela: Não era. Mas repensei e agora sou pré-candidata, sim. E vamos com tudo, à luta, para ajudar o prefeito Mano Medeiros a ser reeleito. É por ele…”.

Não há dúvida de que, talvez pelo fato de “não morrer de amores” pela cadeira outrora por ela ocupada na Casa de Vidal de Negreiros, isso tenha feito com que deixasse de pavimentar sua ida para outra legenda, na qual as chances de reeleição fossem reais. Isso porque certamente usou a cabeça, não indo para o chapão do PL, onde estão pré-candidatos potencialmente bem mais fortes que ela.

Traduzindo: Jacinta não quis ser “calda” para ninguém. De fato, ser bucha de canhão para partidos políticos, é coisa para amador ou aventureiro, o que não é o caso dela.

Cá, entre nós, Jacinta não necessita muito do cargo de vereadora. É super articulada e goza de prestígio político e pessoal até com a governadora do Estado, Raquel Lyra (PSDB). Sua amizade é pessoal e vem de décadas, com toda a família da Chefe do Executivo e remonta aos tempos do ex-ministro da Justiça, Fernado Lyra, antes mesmo deste tornar-se um dos homens mais fortes da República, no Governo do então presidente José Sarney.

Jacinta Rodrigues tem ligação estreita com a família dos Lyra, de Caruaru, desde quando tinha apenas 14 anos de idade. Além de Fernando Lyra, assessorou o também falecido e muito respeitado deputado Byron Sarinho, o ex-deputado federal Betinho Gomes, afora sua ligação com o deputado federal Mendonça Filho (UB) e outros importantes políticos de Pernambuco. Traduzindo: Tem ela capital político para está no Governo Mano (como aliás, está), bem como no Governo Raquel.

Para nós, é possível que tenha ela priorizado estabelecer uma nova fase, em sua vida, desta feita de natureza familiar. Aliás, bem que poderia a mesma está há muito tempo residindo na Europa, onde tem familiares, que tentam a todo custo “sequestrar” a referida líder, para o aconchego familiar, longe do burburinho político-partidário.

Seja qual for a motivação, o fato é que o Parlamento de Jaboatão dos Guararapes que, se já é carente de representatividade feminina, ficará ainda mais desfalcado e “órfão” de uma voz forte e combativa que, como ela mesma diz, “há valores e princípios que são inegociáveis…”. Ou seja, quem perderá é a população do Jaboatão dos Guararapes.

Que tenha o Parlamento de Jaboatão dos Guararapes, não uma mas muitas mulheres eleitas, em outubro próximo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes