Blog Luis Machado

Notícias

Mano Medeiros fala de sua atuação, como prefeito do Jaboatão dos Guararapes

Sequenciando a série de três edições, iniciada ontem (28), na qual discorremos sobre o prefeito do Recife, João Campos (PSB), hoje trazemos uma conversa com o prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros (PL), que, momentos antes da encenação da Paixão de Cristo, realizada nos Montes Guararapes na noite dessa quinta-feira, concedeu à nossa reportagem, a entrevista a seguir apresentada, conforme veremos, a seguir:

Cumpre dizer ainda, que, a matéria de ontem repercutiu além do esperado, já que muitos foram os leitores que emitiram seus pontos de vista, à luz do que dissemos. De fato, ao contrário do que muitos pensam, a vida de um prefeito que busca a reeleição não é tão fácil, quanto parece. Pelo menos quando trata-se de gestor comprometido verdadeiramente com a coisa pública.

Exposição preliminar

Há cerca de dois anos, Mano Medeiros (que era vice de Anderson Ferreira) assumiu a gestão, para que este concorresse à eleição para governador. Naquele momento, o mesmo já tinha larga experiência, voltada à área técnica, tendo sido secretário e presidente de alguns órgãos públicos, como a antiga EMTU e a EPTI. Ser político não estava nos planos.

Cumpre dizer ainda que, fizemos algumas abordagens com formadores de opinião, no Município e, vimos que, para a maioria dos entrevistados, o atual gestor acabou se constituindo, nesse período, uma grata surpresa, na medida em que – bem ao contrário de gestores do passado – percebe-se que seu perfil operacional foi mantido desde o primeiro momento da gestão. Isso tem sido apontado como sendo sua marca e diferencial político.

Surfando na poderosa onda das redes sociais, é visível que o prefeito tem uma agenda diária pra lá de arrojada. Acorda cedo e dorme tarde, para no dia seguinte jogar, já nas primeiras horas do dia, que já está na rua, seguindo à risca o velho ditado popular de que “quem madruga, Deus ajuda”.

Mano tem sido perspicaz e usa como poucos, as plataformas digitais e é através delas que faz sua prestação de contas, diariamente, junto às populações onde suas ações são ou irão ser executadas. Muitas vezes toma café por onde passa. Não há um só dia em que não seja visto fiscalizando ou entregando obras, conversando com moradores, ou participando dos eventos da Prefeitura no Município.

Parece ter ele consciência de que, para quem nunca teve nada, o pouco que passa a ter, já significa muito. A simples empatia gera inevitavelmente o convite para entrar na casa de alguém para comer um bolinho, fazer uma selfie e outros gestos de empatia, especialmente nas comunidades mais carentes. E ele não só aceita como conversa por um bom tempo com todas as pessoas da casa, para desespero da equipe que o acompanha, pois há sempre uma pauta atrás da outra para dar conta.

Isso tem feito dele a chamada “grata surpresa”. Mas o que marca poderosamente, são as pequenas obras estruturais. Exemplo disso, é a pavimentação e requalificação de vias públicas. Estas tem sido, segundo moradores e pequenos comerciantes entrevistados pelo Blog, uma das principais ações de Mano. Jaboatão é conhecida como um “rosário de problemas”, especialmente nas áreas historicamente fora dos radares do poder público e talvez por isso é que já se ver alguma atenção digamos, especial, dedicada à periferia.

Antes da Encenação da Paixão, conseguimos falar com o prefeito que, sobre questões ligadas a benfeitorias, nos disse: “todas as vias novas estão recebendo sistema de drenagem, para garantir o escoamento das águas das chuvas. Por isso é comum ouvir os moradores dizendo: “É a primeira vez que um prefeito vem aqui”. Ou “Muitos prefeitos prometeram, mas o senhor não prometeu nada, só veio e fez”. O prefeito confessa que essas demonstrações diárias de carinho lhe emocionam e lhe dão força para trabalhar todos os dias por um município melhor para todos.

Mano (que era vice) não tem vice-prefeito. Mas tem uma primeira-dama (ativa, atenciosa e carismática), faz questão de acompanhá-lo, em diversas agendas e isso é dia e noite. Aliás, Andreia Medeiros tem sua própria agenda, voltada a questões sociais e crianças com transtornos e deficiência.

Um dado que nos chamou atenção, na conversa, foi o fato de que o prefeito – como é de praxe a outros gestores levarem suas equipes para almoçar em restaurantes da Cidade -, geralmente o casal (Mano/Andréia) almoça no próprio Complexo Administrativo da Prefeitura. Perguntamos: “o prefeito não costuma levar os assessores mais próximos para jantar? A resposta foi: “É comum o jantar só sair perto das 22:00h (muitas vezes um lanchinho improvisado), quando chegamos em casa. Pergunta: “É para não gastar?” Resposta: Temos hábitos e gestos incomuns à maioria dos políticos. Quero que as pessoas sintam e digam “Ele é um de nós”. Sempre fui assim e vou ser sempre assim.

Como se percebe, com base no modo de tocar a complexa máquina administrativa, que é Jaboatão, a pergunta é inevitável: como aguentam esse ritmo, todos os dias? Isso não seria em função das próximas eleições?

Bem. Só questiona isso e dessa forma, quem não nos acompanha, desde o início da nossa gestão.

E os filhos, como encaram tanta ausência dos pais? Resposta: Beatriz, tem 26 anos e André Medeiros, 27. Por já serem adultos, estão sempre por perto. Vou lhe apresentar a Bia, vem cá. De fato, fui apresentado a uma linda jovem que, atenta à tudo e a todos, nos cumprimentou gentilmente, com a atenção dividida entre nós e a encenação que já estava prestes a começar, como dito, lá nos Montes Guararapes.

Agora quase mudando de assunto… Vocês não são taxados do tipo…”casal siamês” ou “casal grude”, não? Reposta: Em dezembro passado, Mano e Andrea completaram 30 anos de casados, mas ainda parece que somos namorados”. Todo mundo vê que é assim!

Agora que nos encaminhamos para o fim da entrevista, pergunto: Mano Medeiros tem afinal, o apoio de quantos vereadores? Reposta: de um total de 27 parlamentares, até o momento, nós temos o apoio, salvo melhor juízo, de 24, a começar pelo presidente da Câmara, Adeildo da Igreja que é do nosso partido e está fechado conosco.

Mas não foi divulgado que estaria havendo uma debandada de vereadores e outras lideranças da base do seu Governo para a pré-candidata a prefeita de Jaboatão, Clarissa Tércio (PP)? Reposta: É só você pesquisar, indo a cada um deles, caso tenha alguma dúvida. Realmente foi publicado isso, inclusive no seu Blog Luís Machado. Só que até hoje não declinaram os nomes dos que “debandaram” Não disseram quem são nem jamais dirão, porque simplesmente não existem. Os que não estão conosco, não somam os dedos da mão.

Está havendo uma movimentação do Sindicato dos Agentes de Trânsito de Pernambuco, que, sob alegação de que o prefeito estaria querendo colocar guardas municipais para cuidar do trânsito, no Jaboatão, nos pediram publicidade acerca de uma Convocação à classe para discutir essa questão, na última quarta-feira (27). O que o prefeito tem a dizer sobre isso? Reposta: Como já não há mais tempo (por conta da Encenação da Paixão), lhe prometo comentar oportunamente e o quanto antes.

Finalmente, o que o prefeito diz, acerca do que seus adversários afirmam, no sentido de que, Mano é Ferreira. Que, se for reeleito, quem governará o Município será Anderson e André Ferreira? Reposta: E você ou alguém acha mesmo que eles iriam falar alguma coisa de bom, em nosso favor?

Algo mais a dizer, para encerrar? Resposta: Só dizer que, enquanto alguns falam eu trabalho. E faço isso de forma incansável, dia e noite. enquanto a função dos outros é criticar, a minha é trabalhar. O povo, especialmente os mais carentes, de Jaboatão, querem e precisam disso, Obrigado pela oportunidade de falar ao Blog. Lhe desejo cada vez mais sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Olá